Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Dezembro 19 2010

 

Veneno, maldade, guerra,

Consumismo, lutas, vaidade.

As doenças que há na terra,

Minam a humanidade,

Geram a paz doentia,

A ira, a monotonia.

 

O sacrifício, a miséria,

O altruísmo, a incerteza.

A prostituta, a mulher séria,

O enfeite da burguesa.

Que despreza tudo e todos,

Seus caminhos são rios, lodos.

 

Vivamos com amizade,

Sem pisar o semelhante,

Na maior simplicidade,

Tudo é mais gratificante.

Cultivemos o bem em vez do mal,

E todos os dias serão Natal.

publicado por carlos cardoso luis às 15:10
editado por appoetas às 17:18

Dezembro 17 2010

 

 (Restaurante VaVa, almoço de Natal de 2009

 Carlos Cardoso Luís, Maria Ivone Vairinho, José Geraldo)

  

Veneno, maldade, guerra,

Consumismo, lutas, vaidade.

As doenças que há na terra,

Minam a humanidade,

Geram a paz doentia,

A ira, a monotonia.

 

O sacrifício, a miséria,

O altruísmo, a incerteza.

A prostituta, a mulher séria,

O enfeite da burguesa.

Que despreza tudo e todos,

Seus caminhos são rios, lodos.

 

Vivamos com amizade,

Sem pisar o semelhante,

Na maior simplicidade,

Tudo é mais gratificante.

Cultivemos o bem em vez do mal,

E todos os dias serão Natal.

 

Carlos Cardoso Luís

publicado por carlos cardoso luis às 10:13
editado por appoetas em 18/12/2010 às 04:16

Junho 20 2010

Aqui ficam também as quadras dedicadas às simpáticas senhoras da minha mesa.

A POESIA ESTÁ NO CORAÇÃO

 

 Uma mesa simpática,

 Uns sorrisos de alegria.

 Falámos de informática,

 Mas adoramos a Poesia.

 

A Poesia está no coração

 Das flores, minha companhia.

 Um luxo sem compensação

Mestras da nossa Poesia.

 

Tive orgulho em partilhar.

Que felicidade, quem dirá?

Conviver e almoçar,

Na Tertúlia do Vává.

 

 Colegas de sentimento,

Estivemos lado a lado.

 Há Poesia num momento,

Por isso muito obrigado.

 

Carlos Cardoso Luis

publicado por carlos cardoso luis às 00:18
editado por appoetas em 22/06/2010 às 18:43

Junho 19 2010

Num ambiente propício aos Poetas, fizemos mais uma Tertúlia, que muito me agradou. A actual Direcção mostrou uma atitude de dever cumprido e dedicação que deverá servir de exemplo à próxima direcção. Termino com uma citação minha: Aquilo que fazemos com carinho abre-nos as portas do caminho!Alguns membros da actual direcção

 

 

TERTÚLIA DA AMIZADE

 

 

A poesia está na alma

Que o sentimento liberta,

Com a frieza e a calma

Própria de quem é poeta.

 

Tertúlia da amizade

Onde nasceu algum dia,

Com toda a força e verdade

Um universo da poesia.

 

Muitos estilos variados,

Com mensagens delicadas.

Musica e rima associados

São maravilhas cantadas.

 

Numa união vivida,

Estudiosos e profetas,

Trabalharam deram vida,

À Associação Portugesa de Poetas.

 

Trabalhamos lado a lado,

Com alegria e carinho.

Aqui fica o meu obrigado,

Maria Ivone Vairinho.

 

Carlos Cardoso Luís

        2010-06-19

publicado por carlos cardoso luis às 23:00
editado por appoetas em 22/06/2010 às 18:44

Dezembro 25 2009
 

SORRISO AMIGO
Não há melhor lareira
Que um simples raio de luz
Esperar a noite inteira
Que venha o menino Jesus
 
Para te ser sincero
Julgo que nem sequer dormi
Há tanto tempo que espero
Aquela prenda que pedi
 
Dos lobos não tenho medo
Mesmo a uivar lá na serra
Jesus guarda o meu brinquedo
Mas acaba com a guerra
 
Vou receber muitas prendas
Estou a contar contigo
A melhor das oferendas
É o teu sorriso amigo
 
Sorriso de amizade
Que transportas alegria
És para mim a verdade
Neste ou em qualquer dia
 
Deus faz o Homem desfaz
É uma triste conclusão
Querendo o Homem é capaz
De pensar com o coração
 
A criança e o brinquedo
O Pai Natal que seduz
No amor está o segredo
O exemplo é de Jesus
 
Crianças com alegria
Sem guerra e quezilia
Deêm as mãos neste dia
É o dia da Familia
 
O que o poeta sente
Nem sempre é virtual
Digo:O poeta não mente
Ao desejar um bom Natal
 
Carlos Cardoso Luis

Escrevi este poema na noite de natal e foi por mim lido na consoada.
publicado por carlos cardoso luis às 11:08
editado por appoetas em 07/04/2010 às 05:18

Dezembro 21 2009

 

 A poesia ao nascer
Transporta a felicidade
Ajuda o Homem a crescer
Dá-lhe asas e liberdade


TER AMIGOS É SER RICO !

 

 

 Carlos Cardoso Luis

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por carlos cardoso luis às 11:09
editado por mariaivonevairinho em 22/12/2009 às 17:19

Dezembro 12 2009

Aqui ficam as quadras que tive a oportunidade de ler no almoço de Natal da APP, e que foram feitas de improviso logo após o almoço.

 

SENTI-ME MARAJÁ

 

Uma mesa fenomenal

Simpatia sentida

Um almoço de Natal

Poesia é alma é vida

 

Ambiente de amor

Com poetas a conviver

Poesia tem mais valor

Quando gostamos de escrever

 

Poetisas a meu lado

Senti-me um marajá

Fiquei deveras encantado

Com o convivio no Vá Vá

 

Um dois mil e dez Feliz

Com amor e alegria

E o Carlos Cardoso Luis

A escrever muita Poesia

publicado por carlos cardoso luis às 19:56
editado por mariaivonevairinho em 19/12/2009 às 05:36

Dezembro 12 2009

Gostei da tarde poética de Natal da APP. O ambiente foi verdadeiro com ausência total de vedetismos. A todos os Poetas votos de um Bom Natal e um 2010 com saude e muita poesia.

 

                                             NATAL É MENINO JESUS

 

O fumegar das castanhas
As ruas iluminadas
A montra dos brinquedos
O Dezembro a entrar
A velha na igreja a rezar
A lareira bem acesa
Hino de alegria e tristeza
O Chico vai para a escola
O pobre pede uma esmola
O rico namora a prenda
A criança tem esperança
Convivem o bem e o mal
O amor floresce
Vem a caminho o Natal
Natal é nascimento
É vida é dar é receber
Do universo é herança
Um sorriso de criança
A inocência em pessoa
O fumo o brinquedo a luz
Natal é Menino Jesus
publicado por carlos cardoso luis às 19:40
editado por mariaivonevairinho em 19/12/2009 às 05:37

Novembro 10 2009

 

A onda que vai e vem
Trás e leva com magia
Pão nosso de cada dia
O que o sol e o luar tem
Beija a areia com desdem
Num ritual infinito
Espuma branca grito
Com força na rocha a galgar
Esmoreçe e cai no mar
Vago profundo maldito
 
 
 
No movimento ritmado
Cansaço que se repete
A espuma que o sol reflete
O barco aparelhado
O pescador esfomeado
A rede lançada ao largo
O vento agreste irado
O olhar vazio no alem
A onda que vai e vem
Trazendo doce e amargo
 
Carlos Cardoso Luis
publicado por carlos cardoso luis às 20:34
editado por mariaivonevairinho em 11/11/2009 às 04:40

Novembro 03 2009

 

CARLOS CARDOSO LUIS

 

Estive no dia 1 de Novembro na homenagem prestada ao Poeta Mário Rainho,foi um acontecimento marcante com 28 fadistas a cantarem poemas do Mário Rainho e escrevi o poema que intitulei Poeta de Lisboa (como ele é conhecido no meio artistico).

 

 

 

Cada verso é uma imagem
A luz que eu adivinho
Envolta na mensagem
Da pena do Mário Rainho
 
É uma alma inquieta
Que adora o meio fadista
Com coração de poeta
Veia de grande artista
 
Por grandes nomes cantado
Letras belas de pasmar
Mario Rainho é fado
Faz a guitarra trinar
 
Que me perdoe o poeta
Esta minha ousadia
Numa forma discreta
Mostrar que sinto alegria
 
Na Catedral do Fado
Ali  bem na Mouraria
Por todos é acarinhado
O mestre da poesia
 
O Castelo altaneiro
Varina que apregoa
São tesouro verdadeiro
Do Poeta de Lisboa
 
Cada verso é uma imagem
A luz que eu adivinho
Envolta na mensagem
Da pena de Mário Rainho
 
publicado por carlos cardoso luis às 14:55
editado por mariaivonevairinho em 06/11/2009 às 03:44

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

blogs SAPO